É hoje o prazo final para declarar o IRPF!

Deixou pra última hora a declaração do seu Imposto de Renda de Pessoa Física? Relaxa, porque com certeza não foi só você quem não teve tempo de fazer e vai ter que passar o dia declarando documentos até chegar no denominador comum.

Aliás, deixar para a última hora é uma coisa bem brasileira, né? Mas não é uma crítica. Muitas pessoas já estão acostumadas com o trâmite de declaração do Imposto de Renda e tiram de letra esse processo todo de entrar no site oficial da Receita e declarar. Nos últimos anos, se tornou uma prática bem acessível com a digitalização desse processo.

Fato é que, desde abril, quando foi anunciada a prorrogação do prazo, os contribuintes se sentiram mais folgados para lidar com várias situações de uma só vez. Não precisar juntar aquele mundaréu de documentos para declaração, buscar papel ali, pedir informe daqui, ajudou muito a programar o cotidiano em meio à pandemia.

Até porque, essa incerteza de “abre comércio, fecha comércio” tem tirado muitos trabalhadores do sério, e foi exatamente por conta desse efeito sanfona causado pela quarentena que vários prazos finais de declaração de tributos foram adiados pela Receita, e o IRPF foi um deles.

E pensando exatamente em quem deixou justamente para hoje a declaração do Imposto, a Makrosystem resolveu fazer um post específico sobre a declaração, tirando as principais dúvidas dos contribuintes e, porque não, de contadores. Estar atualizado quanto às novidades da Receita Federal pode significar um diferencial no mercado para eles. Vamos?

PRA COMEÇAR, QUEM DEVE DECLARAR?

A declaração deve ser feita pelas pessoas que, no último ano, receberam rendimentos acima de R$ 28.559,70.

Além destes, os contribuintes que receberam rendimentos isentos acima de R$ 40 mil e aqueles que obtiveram, em qualquer mês, ganho na venda de bens ou realizaram operações na Bolsa de Valores, também devem fazer a declaração do IRPF.

COMO FAZER DE CASA?

Como hoje é o último dia, muitas pessoas vão precisar fazer de suas próprias casas a sua declaração. Por isso, selecionamos aqui, de forma básica, os passos para pode ser a sua declaração do seu computador.

  • A Receita Federal disponibiliza um programa chamado ‘Gerador da Declaração de Imposto de Renda’, e ele pode ser acessado no site oficial da Receita. Através dele, toda a declaração feita pelo contribuinte é preenchida e enviada através da plataforma online.

Há a extensão do programa, que é o aplicativo ‘Meu Imposto de Renda’, disponível do Google Play e App Store, e é possível baixá-lo tanto em celulares quanto tablets.

  • É necessário ter alguns documentos importantes para preencher completamente o formulário. São eles o CPF (tanto do declarante quanto do cônjuge e dependentes); o número da Carteira de Indentidade; o título de eleitor e os comprovantes de rendimentos e despesas do último ano.
  • Informe de rendimento do empregador

Este é um caso específico. O empregador, seja de repartição pública ou privada, deve entregar o informe de rendimento referente a 2019. Neste informe virá a relação de seus rendimentos, quanto foi pago mensalmente, o quanto foi recolhido de INSS, dentre outras informações.

Lógico, isso é transmitido diretamente pelo dono da empresa, mas a disponibilização do informe de rendimento pode ser feita através das plataformas eletrônicas, como e-mail e cadastro pessoal no site da empresa.

E isso vale também para quem é aposentado ou pensionista do INSS. Estes contribuintes também precisam pegar seu informe de IRPF diretamente no site do INSS.

  • Informe de rendimento do banco

Este é o mais comum, e o próprio banco envia através dos correios ou disponibiliza pelo internet bank dentro do prazo estipulado.

  • Informe de corretora

Se você é do mundo dos negócios e fez ou mantém algum investimento no ano de 2019, a sua corretora também é obrigada a disponibilizar o informe de rendimento para que ele seja anexado à declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física.

  • As suas despesas

Aquela correria de início de ano para juntar todos os comprovantes de despesas faz parte do período de declaração do IRPF. Investimentos como pagamento de educação, planos de saúde e doações são considerados no momento da Declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física.

Mas é muito importante constatar se nestes documentos estão o nome, o CPF ou CNPJ e o endereço de quem recebeu o pagamento. Normalmente, eles são enviados ou são disponibilizados nos sites das empresas.

  • Comprovante de bens

Sua casa, seu carro ou qualquer outro tipo de bem valioso precisa constar na declaração. Por isso é importante ter todos estes comprovantes para que a receita federal avalie se as compras são compatíveis com sua renda.

O QUE NÃO PRECISA SER DECLARADO?

Alguns investimentos, como poupança, LCI e LCA ficam livres de tributação no IRPF por serem considerados de utilidade pública e essenciais para a qualidade de vida, como educação e planos de saúde. Mas atenção: você precisa declarar estes valores. Eles serão utilizados para reduzir o seu IRPF.

COMO PREENCHER?

Após a instalação do programa ou do aplicativo, selecione a opção “Criar nova declaração”. Lá estarão os passos para você fazer a demonstração dos documentos que você juntou para a declaração do Imposto de Renda.

Sempre lembrando que são rendimentos tributáveis o salário, CDB, LC, ações, fundos.

COMPLETO OU SIMPLIFICADO?

Estes são os dois modelos de declaração do IRPF que podem ser feitos pela plataforma online. Por isso, é muito importante diferenciarmos os dois para que não haja nenhum tipo de problema. Na versão simplificada, há um desconto de 20% sobre a base de cálculo do Imposto de Renda, em substituição às despesas dedutíveis. O limite de desconto de R$ 16.754,34.

Já a versão completa obriga o lançamento separadamente de todos os gastos dedutíveis. Devem optar por esta versão o cidadão que tem o total de despesas superior ao limite proposto pela Receita Federal.

Contudo, se você estiver em dúvidas sobre qual modelo aplicar, entre em contato com o seu contador. É por isso que sempre destacamos a importância de ter um suporte profissional no momento de realizar a declaração de seus tributos. Em muitos casos, contar com um profissional significa se preservar de problemas futuros com o fisco. Pense nisso.

A Makrosystem te ajuda!

A Makrosystem ajuda diariamente contadores do norte ao sul do Brasil com um sistema de gestão contábil e tributário completo e online. Você vai poder ficar sempre conectado com as mudanças da legislação com um sistema web ideal para sua empresa. Quer saber mais? Acesse o nosso site e converse com um de nossos especialistas!