Logo Makro

Controle de Estoque

Cristianne Rodrigues do dep. Fiscal olha para a câmera e sorri. Ao fundo, uma cascata com tons de de azul escuro e azul claro com o titulo do post na frente.
Descubra tudo sobre o CPV, como calcular e aprenda como uma gestão eficaz do CPV pode aumentar os lucros em sua empresa. (...)

Controle de Estoque

O controle de estoque é uma tarefa se suma importância para uma empresa. Isto é, ele permite que sejam monitoradas as entradas e saídas de produtos na empresa, além de possibilitar saber o que tem de estoque de cada mercadoria. É através do controle de estoque, que é apurado e registrado o Registro de Inventário e um dos dados para o cálculo do CMV – Custo de Mercadorias Vendidas, uma importante indicador financeiro que representa o valor gasto pela empresa para adquirir ou produzir as mercadorias que foram vendidas em determinado período de tempo. Nesta categoria, você descobrirá como realizar o controle de estoque, como fazer a organização, cálculos e se preparar para ter uma melhor gestão de entradas e saídas de produtos na empresa.

Como se faz o controle de estoque?

Primeiramente, é preciso ter em mente que o controle de estoque é o processo de acompanhar e gerenciar a entrada e saída de produtos em uma empresa. Sendo assim, para realizar este processo, alguns passos básicos são: identificar os produtos, registrar as entradas e saídas, atualizar o saldo de estoque, realizar inventários periódicos e utilizar um sistema de gestão de estoque. Al[em disso, o controle de estoque é uma atividade importantes também para as obrigações e informações contábeis e financeiras da empresa.

Qual é o conceito de controle de estoque?

O controle de estoque é o processo de monitorar e gerenciar os produtos mantidos por uma empresa, com o objetivo de garantir a disponibilidade adequada, evitar faltas e excessos, e otimizar os custos e a eficiência operacional.

Quais são os tipos de variantes que afetam o controle de estoque?

A depender do tipo de empresa, existem vários tipos de variantes que podem afetar a organização do controle de estoque. Por exemplo, elas podem ir da validade de produtos até a transformação de matérias-primas em produtos. Assim sendo, o controle de estoque é uma tarefa complexa, pois as diversas  variantes deste controle causam muito impacto na rotina da empresa. Veja a seguir quais tipos de variantes podem distorcer o que está no sistema e o que está no estoque físico:
  • Furtos;
  • Quebra de embalagens;
  • Deterioração;
  • Erro no ato da entrada;
  • Erro no ato da venda;
Por isso, é preciso o monitoramento recorrente e o uso de sistemas que beneficiam esse controle. Além disso,  é preciso que as informações passadas entre empresa e contadores sejam corretas e sem erros. Deste modo, através da importação do Sintegra, EFD, ou NF-e, o contador poderá verificar o estoque de seu cliente. Logo, orientando-o sobre estoques negativos, estoques muito altos, e outras alterações. Além disso, no sistema Makro, o CMV, lucro bruto, lucro líquido e lucro real, são calculados totalmente de forma automática, evitando quaisquer falhas.